Desigualdade salarial do emprego formal tem queda de 20% no Brasil

Facebook
Twitter
LinkedIn

O estudo “Desigualdade Salarial no Setor Formal da Economia Brasileira”, divulgado no último boletim do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revela que houve uma queda de 20% na desigualdade salarial no setor formal entre os anos de 2007 a 2019 no Brasil.

De acordo com os dados, até o fim do segundo trimestre de 2023, a taxa de desemprego segue trajetória de queda, atingindo 8% da força de trabalho brasileira. O número de pessoas em situação de desemprego involuntário chega a 8,6 milhões em todo o país.

Embora na comparação com o mesmo período de 2022 tenha havido uma queda de 1,3 pontos percentuais, a diminuição do desemprego permanece de maneira desigual em diferentes segmentos sociais.

Entre as mulheres, o desemprego registrado no segundo trimestre de 2023 foi de 9,6%, e entre negros, pardos e indígenas foi de 9,5%. Cada ponto percentual nesta estatística corresponde a aproximadamente 1.075.570 de pessoas.

O levantamento utilizou como insumo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) Contínua, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o registro administrativo do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgado mensalmente pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Fonte:
Oeste Mais

Veja também

Adicionar o seu comentário

doze − um =

Em 2002, através de um sonho e um grande desejo que existia no coração de um grupo de pessoas e entidades, lideres juntaram as forças e se reuniram com um único objetivo: montar uma Rádio Comunitária na Cidade de Concórdia.
Este sonho se tornou realidade e hoje a Rádio 104FM se consolida no meio de comunicação e tem o seu papel fundamental na comunidade local e em toda a região.
Sempre com o intuito de levar para a comunidade programação de qualidade, música e informação, é atribuída a ela o título de “A Rádio Mais querida da Cidade”.

CONTATO