Governo repassa R$ 5 milhões para municípios catarinenses realizarem combate ao Aedes aegypti

Facebook
Twitter
LinkedIn

O governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), anunciou, na sexta-feira, dia 15, o repasse de R$ 10 milhões aos municípios para ações de enfrentamento contra o mosquito Aedes aegypti. Os primeiros R$ 5 milhões já foram disponibilizados.

“O repasse já foi feito e o recurso já está na conta dos municípios. Ele é destinado para contratação de pessoal, ações locais, mutirões de limpezas e outras ações necessárias para evitar a proliferação do mosquito da dengue. As ações de combate ao mosquito neste momento são fundamentais para evitar o aumento significativo de números de casos durante o ano de 2024”, reforça a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

O auxílio financeiro deverá ser utilizado pelas Secretarias Municipais de Saúde para o custeio de ações das atividades previstas nas Diretrizes Estaduais para Vigilância Epidemiológica e Controle das Arboviroses em Santa Catarina, conforme os critérios aprovados pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Entre as ações está a utilização de drones para monitoramento onde há locais de difícil acesso, permitindo a observação de terrenos e casas que estejam fechadas. A segunda parcela do valor será paga em fevereiro de 2024.

Nesse sentido, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC) está elaborando um documento técnico para orientar os municípios com ações nas quais o recurso financeiro pode ser empregado.

“Com o repasse de 5 milhões de reais aos municípios de SC, a SES está fomentando as ações de controle do Aedes aegypti para que possamos conter as epidemias de dengue em nosso estado”, complementa o Superintendente de Vigilância em Saúde, Fábio Gaudenzi.

Dengue em SC
Em 2023, SC registrou o pior cenário da doença até o momento, com registro de 119.166 casos confirmados e 98 óbitos. A transmissão ocorreu em 130 municípios, sendo que 38 atingiram o nível de epidemia.

Em relação à vigilância do Aedes aegypti foram identificados 69.194 focos em 237 municípios, sendo que 154 destes foram considerados infestados pelo mosquito, contribuindo para a manutenção e ampliação da transmissão da doença no estado.

Fonte:
Oeste Mais

Veja também

Adicionar o seu comentário

um × três =

Em 2002, através de um sonho e um grande desejo que existia no coração de um grupo de pessoas e entidades, lideres juntaram as forças e se reuniram com um único objetivo: montar uma Rádio Comunitária na Cidade de Concórdia.
Este sonho se tornou realidade e hoje a Rádio 104FM se consolida no meio de comunicação e tem o seu papel fundamental na comunidade local e em toda a região.
Sempre com o intuito de levar para a comunidade programação de qualidade, música e informação, é atribuída a ela o título de “A Rádio Mais querida da Cidade”.

CONTATO