NO AR AGORA!

Show de Bandas

13:00 15:00

Após 5° caso de sarampo em Florianópolis, Vigilância procura passageiros que embarcaram em voo com paciente

Publicado em 14 de agosto de 2019

Jovem esteve em voo da Latam de número LA3662, do trajeto Guarulhos-Florianópolis, do dia 3 de agosto.

A Vigilância Epidemiológica de Florianópolis confirmou o quinto caso de sarampo em 2019. Um jovem de 20 anos, morador da Capital, foi atendido de forma emergencial em um hospital da cidade no início do mês. O caso foi confirmado ainda na última sexta-feira (9), pelo Laboratório de Saúde Pública (Lacen). O paciente passa bem.

A Vigilância agora procura por passageiros que estiveram em um mesmo voo que o paciente, no dia 3 de agosto. O voo é o LA3662, Guarulhos-Florianópolis, do horário das 17h25, da companhia aérea Latam.

A secretaria de Saúde da Capital informou que entrou em contato com a companhia aérea para realizar o levantamento de todas as pessoas que estiveram em contato com o infectado. Conforme o órgão, cerca de 200 pessoas estavam no voo. Foram contactados apenas os passageiros que a empresa tinha os números disponíveis, um total de 150 pessoas até o momento.

A Latam, em nota, informou “que segue os protocolos estabelecidos pela Anvisa e colabora com as autoridades. A companhia também reitera seu compromisso com os procedimentos operacionais que buscam resguardar a segurança, integridade e bem estar de seus passageiros”.

Entre as medidas adotadas em caso de confirmação da doença, a Vigilância realiza o bloqueio vacinal de todas as pessoas que tiveram contato com o infectado, avaliação de casos secundários com novas medidas de bloqueio e recomendação de imunização e bloqueio de todos os profissionais de saúde com duas doses da vacina Tríplice Viral.

Os passageiros que estiveram no voo podem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica pelos números (48) 3212-3910 e (48) 3212-3907.

Sarampo

Postos de saúde  — Foto: Reginaldo Prado

Postos de saúde — Foto: Reginaldo Prado

O sarampo é um doença altamente contagiosa, doença provocada por vírus. Os primeiros sintomas são febre alta, que dura cerca de uma semana e manchas avermelhadas na pele.

Os sintomas aparecem entre 10 e 12 dias após o contato com o vírus e podem vir acompanhados de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal.

A vacina contra a doença está disponível de graça nos postos de saúde de Florianópolis. A faixa etária vai de crianças de um a 10 anos, adolescentes e adultos até 49 anos.

Fonte: G1


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Current track
Título
Artist