NO AR AGORA!

Bom Dia Concórdia

08:00 11:30

Carnaval teve movimento intenso nas rodovias de SC, mas número de mortes caiu

Publicado em 6 de março de 2019

A quarta-feira de cinzas, que encerra as comemorações de Carnaval, será de paciência no trânsito para os catarinenses que emendaram o feriadão no Estado. A previsão é de que até o meio-dia de quarta-feira o trânsito ainda seja intenso nas principais rodovias federais e estaduais de Santa Catarina, como as BRs 101 e 470 e as SCs 401, 405 e 403 na região da Grande Florianópolis.

Fora dos blocos de rua e dos desfiles, o fluxo intenso de veículos nas rodovias, como está previsto para quarta-feira (6), foi o principal destaque do Carnaval deste ano, principalmente no sábado, dia de maior movimento entre os quatro dias de folia.

Diferentemente de outros anos, quando a data era marcada por acidentes violentos, desta vez as polícias responsáveis pelo monitoramento das BRs e SCs viram as estatísticas caírem, especialmente no total de mortes que passou de 12 para três.

Até o início da noite desta terça, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) não havia registrado nenhuma morte por acidente de trânsito. No Carnaval passado foram dois óbitos nas rodovias estaduais.

Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou três mortes entre sexta e segunda-feira (os dados de terça-feira não estavam disponíveis), contra 10 registradas nas estradas federais ano passado.

Um dos acidentes com vítimas fatais deste ano foi registrado na sexta-feira, no trevo de acesso ao município de Rodeio. Um homem de 45 anos que pilotava uma moto morreu ao bater contra um carro no Km 88 da BR-470.

No domingo, na BR-282 em Xanxerê, um homem de 41 anos morreu ao colidir o carro que dirigia em um cavalo.

Na segunda-feira, na BR-101, em Joinville, a vítima foi um motociclista de 28 anos, que morreu após bater em um caminhão.

Total de acidentes caiu 21,2% este ano

O total de acidentes neste ano caiu 21,2% em relação ao carnaval de 2018. Ao todo, entre BRs e SCs, foram registradas 185 ocorrências em 2019, contra 235 no ano passado. O maior volume de acidentes ocorreu nas rodovias federais. Entre sexta e segunda-feira, a PRF atendeu a 117 acidentes com 164 feridos. No Carnaval de 2018 foram 142 colisões com 140 vítimas.

Já nas rodovias estaduais, entre sexta-feira e terça-feira ao meio-dia, foram atendidos 68 acidentes, sendo 35 com feridos e 33 sem lesões. No feriado de 2018 foram 93 ocorrências, sendo que 35 colisões tinham vítimas e 58, não. Ao todo, o número de feridos caiu de 52 para 46.

Segundo o inspetor Adriano Fiamoncini, da PRF, o Carnaval deste ano foi menos violento por conta de alguns fatores, como o tempo seco e sem chuva, que diminui os acidentes graves nas rodovias, e o aumento na fiscalização da PRF. De forma preventiva, os policiais deram atenção especial aos casos de motoristas que dirigem embriagados.

— Acredito que vamos ter um número menor de mortes do que em 2018. Temos ainda toda a quarta-feira de cinzas, mas só se acontecerem acidentes muito violentos para superar as mortes nas rodovias federais no Carnaval do ano passado — avalia Fiamonci.

222 motoristas foram multados por embriaguez ao volante

Neste feriado a PRF e a PMRv registram, juntas, 222 autuações por embriaguez ao volante. O maior volume foi observado nas rodovias federais (190), conforme dados disponíveis nos relatórios diários da polícia até segunda-feira.

Nesse período, a PRF registrou um total de 3 mil testes de bafômetro e também oito prisões, além das multas. O dia com maior volume de autuações (75) e de prisões (6) foi domingo. Ao todo, foram aplicadas 2,2 mil multas até segunda-feira. Não foram repassados dados do Carnaval de 2018.

Já nas rodovias estaduais a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) autuou 32 motoristas por embriaguez ao volante. No Carnaval passado foram 13. O número de pessoas encaminhadas à Delegacia por esse motivo também cresceu de sete para 13, sendo cinco só no domingo.

Este ano, outros 127 motoristas também foram multados por se recusarem a fazer o teste do bafômetro. Ano passado, apenas 31 haviam recusado. No total, entre o dia 1º de março, sexta-feira, até o meio-dia desta terça-feira, foram registradas 1,3 mil autuações nas rodovias estaduais — 13,42% a mais que em 2018.

Fonte: NSC Total


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Current track
Título
Artist