NO AR AGORA!

Top Hits

13:00 15:00

Julho foi o mês com o maior número de transplantes desde 2014 em Santa Catarina

Publicado em 16 de agosto de 2019

No estado, 34 pessoas receberam transplantes em julho. No mesmo período do ano passado, foram realizados 16 procedimentos.

Santa Catarina teve em julho deste ano o maior número de doações de órgãos em um único mês desde 2014. No estado, 34 pessoas receberam transplantes no mês passado. No mesmo período em 2018, 16 procedimentos foram realizados.

“Em 2007, registrava 70% de não autorização das famílias. Esses números foram se modificando até que, em meados da década atual, nós passamos para o resultado de 30% de autorização, ou seja, invertemos. 70% sim e 30% não”, disse o coordenador da SC Transplantes, Joel Andrade.

Mesmo com os números crescendo, é preciso melhorar, disse Andrade. “O mês de julho, marcando toda a atividade do ano de 2019, a gente chega a 27,4% de não autorização familiar, que é um número excepcional. Mas é preciso que se diga: na Espanha, que é o país referência para nós neste trabalho, as negativas familiares estão em 12%. E é lá que a gente quer chegar”, disse.

Nova vida

Uma das pessoas que receberam um órgão em julho foi Cleber Lentz. Ele fez um transplante de rim. “Eu era caminhoneiro. Eu estava no Mato Grosso e tive uns pequenos inchaços, assim no pescoço, na barriga, começou a me inchar as pernas, eu senti uma dormência. E ao chegar no hospital, o médico já me deu o veredicto que eu estava com insuficiência renal crônica bastante avançada. Então, eu botei o cateter e fiz hemodiálise por seis anos”, contou.

Enfim, ele recebeu a notícia de que estava apto a receber um novo rim, o que renovou as esperanças da família. “Eu renasci, estou outra pessoa já, mais completo, mais feliz. Eu vou envelhecer feliz”, disse.

Fonte: G1


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Current track
Título
Artist