NO AR AGORA!

Bom Dia Concórdia

08:00 11:30

SC registra 167 mortes por Covid em 24 horas, maior número da pandemia

Publicado em 17 de março de 2021

Santa Catarina bateu um triste recorde nesta terça-feira (16): registrou o maior número de mortes por Covid-19 em um mesmo boletim do governo do estado. Foram 167 óbitos em 24 horas. Com isso, o estado chegou a um total de 8.958 óbitos por complicações da doença desde março de 2020. O número de pessoas contaminadas no período chegou a 740.856.

O estado tem 442 pacientes da Covid-19 na lista de espera por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) especializado. Na segunda (15), eram 387.

De acordo com levantamento feito pelo G1, 130 pessoas morreram desde fevereiro no estado enquanto aguardavam por um leito de UTI ou enfermaria Covid. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde e aguardava, até a publicação desta notícia, pelo número oficial de óbitos de pacientes da Covid-19 que esperavam por um leito.

Desde segunda, valem em Santa Catarina as regras contra a Covid-19 para os dias úteis. Elas incluem restrições de horário e limite de lotação nos estabelecimentos. Confira aqui as normas.

Na tentativa de conter o avanço da doença, passou a valer na Grande Florianópolis decreto com medidas mais restritivas do que o estado. Segundo o documento, serviços não essenciais estão suspensos das 18h às 6h, as aulas só podem ocorrer de forma remota e está proibida a circulação de pessoas em praias, parques e praças. A norma vale até 26 de março.

Leitos

 

taxa de ocupação na UTI do Sistema Único de Saúde é de 97,33%, contando UTI-geral e UTI-Covid. A região do Vale do Itajaí tem 100% de ocupação.

 Pacientes recebem tratamento no Hospital Florianópolis — Foto: Eduardo Valente/Ishoot/Estadão Conteúdo

Pacientes recebem tratamento no Hospital Florianópolis — Foto: Eduardo Valente/Ishoot/Estadão Conteúdo

Separando apenas os leitos de UTI-Covid para adultos, a ocupação é de 99,67%, com três vagas em todo o estado. Contudo, na prática, a própria Secretaria de Estado da Saúde admite que os leitos que vagam já estão reservados a outros pacientes. Ou seja, já não estão disponíveis.


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Current track
Título
Artist